Sobre a UERR

Universidade Estadual de Roraima – a democratização do Ensino Superior

A Universidade Estadual de Roraima tem como missão levar informação técnica, científica e cultural a todos os municípios de Roraima promovendo o crescimento integral dos cidadãos, reduzindo as desigualdades sociais e contribuindo para o crescimento econômico do estado.

A visão da UERR é ser a melhor Instituição Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão da Região. Promovendo o desenvolvimento sustentável do Estado de Roraima.

A instituição está presente, hoje, em todos os municípios de Roraima. O compromisso da interiorização é promover a democratização do ensino superior de qualidade.

 

UERR em números

  • 15 localidades – incluindo áreas de assentamento e comunidades indígenas.
  • 6 campi – Boa Vista, Rorainópolis, Alto Alegre, Caracaraí, São João da Baliza e Pacaraima.
  • 3 núcleos – Bonfim, Normandia e Amajari.
  • 6 salas descentralizadas – Surumu, Contão, Vista Alegre, Truaru, Félix Pinto e Nova Colina.
  • 23 cursos de graduação – Administração, Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Ciências da Natureza e Matemática, Comércio Exterior, Direito, Engenharia Florestal, Enfermagem, Educação Física, Física, Filosofia, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia, Segurança Pública, Sociologia, Serviço Social, Química e Turismo.
  • 9 cursos de pós-graduação – 1 especializações, 4 mestrados e 4 doutorados.
  • 958 acadêmicos – alunos de graduação, segunda licenciatura (PARFOR) e estudantes de pós-graduação.
  • 236 professores – 31 doutores, 116 mestres e 89 especialistas. Atualmente 33 professores estão cursando mestrado e doutorado.
  • 98 projetos de pesquisa em andamento.
  • 436 bolsas para alunos e professores.

 

 

História

 

A Universidade Estadual de Roraima foi criada com o objetivo de oferecer ensino superior de qualidade na capital Boa Vista e com a missão de levar o ensino superior aos moradores do interior do Estado de Roraima. A UERR é mantida pelo Governo estadual, realiza vestibulares anuais no mês de dezembro pra provimento de vagas, e processos seletivos para os cursos de pós-graduação.

Apesar de sua recente trajetória, sua raiz histórica é marcada pela formação de professores no Estado, registrado em um processo que compreende o papel de diferentes instituições, que culminou com a criação da UERR.

  • 1977- Foi criado a Escola de Formação de Professores de Roraima para formar professores do ensino primário, e o CEFAM para a formação de docentes das primeiras séries do ensino fundamental e promover a formação continuada de professores.
  • 1994 - O CEFAM implantou o Magistério Parcelado Indígena e habilitou 418 professores indígenas até o ano de 2001.
  • 1995 – O Projeto Caimbé do CEFAM, habilitou 920 ( novecentos e vinte) professores leigos do interior do Estado.
  • 2001 – O governo do Estado criou, através do decreto 4.347 – E, a Fundação de Ensino Superior de Roraima – FESUR, com a finalidade de criar e manter o Instituto Superior de Educação – ISE/RR, o Instituto Superior de Segurança e Cidadania – ISSeC e o Instituto Superior de Educação de Rorainópolis – ISER.
  • 2004 – O Instituto Superior de Educação de Rorainópolis – ISER/RR, no município de Rorainópolis ofertou o curso Normal Superior para as Séries Iniciais do Ensino Fundamental e as Licenciaturas em Física, Química e Matemática, atendendo a 420 (quatrocentos e vinte) acadêmicos.
  • 2005 – O Instituto implantou o Curso de Pós-Graduação em Psicopedagogia Educacional, contribuindo para a especialização de 40 (quarenta) profissionais na área educacional.
  • 2005 - A Universidade Estadual de Roraima foi criada pela Lei Complementar Nº 91, de 10 de novembro de 2005. A instituição foi instalada na estrutura física da antiga FESUR e com isso incorporou o ISE, o ISSeC e o ISER.
  • 2006 - A UERR foi instituída com a aprovação de seu Estatuto em 13 de julho deste ano. Neste ano a instituição realizou o primeiro concurso público para contratação de servidores.
  • 2007- Em janeiro deste ano foi criado o plano de cargos, salários e carreiras da UERR. No mesmo ano foi aprovado o Regulamento Geral do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu.
  • 2008- Foi realizado em dezembro o concurso da UERR para técnicos administrativos para atuar no campus em Rorainópolis.
  • 2009 – No mês de agosto foi inaugurado o campus da UERR em São João da Baliza. No mesmo ano foi realizado concurso para professor da Instituição.
  • 2010- A UERR firma um convênio com a Ambra College que é uma instituição de ensino norte-americana sediada em Orlando, Florida para intercâmbio de estudantes e professores.
  • 2011- Neste mais um concurso para professores de diversas áreas foi realizado.
  • 2012- Em fevereiro foi inaugurado o campus de Caracaraí da UERR.
  • 2013- A UERR realiza concurso público para as localidades de Iracema, Boa Vista, Alto Alegre, Caracaraí, Rorainópolis, São João da Baliza e Pacaraima.
  • 2014- A Instituição implanta o Programa UERR Itinerante, que tem por objetivo promover uma maior interação entre os servidores do interior com a administração da Instituição. A criação do curso de medicina na Universidade Estadual marcou, também, o ano de 2014.
  • 2015- Criação do plano de capacitação dos servidores, o CapacitaUERR; Pagamento das progressões; Implantação do Projeto Aprender para vencer (Elaboração de Planos de Negócios); Instituição do Dia da Saúde Preventiva; Criação de software para gerenciamento de pequenas empresas; Desenvolvimento de termômetro para cegos e surdos (laboratórios da rede pública); Parcerias com Femarh, Vigilância Estadual em Saúde, Sefaz/Receita Federal e Tribunal de Justiça para estágio acadêmico. Realização do 1º Jogos Internos; Implantação do Arraial da UERR para beneficiar concluintes; O Guia do Estudante coloca a UERR entre as melhores universidades, avaliando sete cursos como bons. Realização com a Estácio da 1a Semana de Computação e Informática de Roraima; Realização da primeira eleição para Reitor e Vice-Reitor da UERR; e concessão de título Doutor Honoris Causa ao ministro, presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowiski.